Segundo informação da FPA: O Grande Prémio de Marcha de Rio Maior, por fazer parte do Circuito da IAAF, a Taça da Europa de Marcha em Olhão, por ser uma competição de nível Europeu, e o Campeonato Nacional de Marcha em Estrada na Batalha, por reunir todas as condições e ter sido solicitado pela Federação Portuguesa de Atletismo, serão consideradas pela IAAF como competições onde podem ser alcançados os mínimos de participação para os Campeonatos do Mundo de Pista, que se realizam em Daegu, na Coreia do Sul. A prova da Batalha, a última a entrar para a lista da IAAF, será ainda considerada para a obtenção de mínimos para os Jogos Olímpicos de Londres, embora ainda não existam mínimos definidos para esta competição. Portugal organiza assim 3 provas onde são consideradas as marcas para a obtenção de mínimos, em provas de marcha atlética, para os Mundiais de Ar Livre: 19 de Fevereiro – Campeonato Nacional de Marcha em Estrada - Batalha 9 de Abril – Grande Prémio de Marcha de Rio Maior 22 de Maio – Taça da Europa de Marcha – Olhão